terça-feira, 5 de junho de 2007

NÃO EXISTE ALMOÇO GRÁTIS

TANSTAAFL

Há no folclore norte-americano a história de que, estando um sábio a morrer, um grupo de amigos pediu-lhe, como último legado, um aforismo que fosse definitivo e não comportasse nenhuma exceção. O moribundo, que era solícito e generoso, pronunciou então suas palavras finais:

- Oh, there ain't no such thing as a free lunch.

Numa tradução não literal, essa frase significa algo como “amigos, não existe esse tal de almoço grátis” ou o nosso popular “se tem alguém comendo, tem alguém pagando”.
O aforismo foi assumido pelos economistas e se tornou popular nos Estados Unidos, especialmente depois de adotado por Milton Friedman, professor da Universidade de Chicago e líder do pensamento econômico liberal.

A frase se aplica a todas as situações da economia e serve de alerta para os que acreditam em algum milagroso suprimento “natural” de benesses. É especialmente enfatizado que, sempre que alguém consegue algum benefício do governo, legítimo ou não, os contribuintes é que pagam por ele. Pois, afinal, não existe almoço grátis.

Deleitam-se muitas pessoas em buscar exceções à aplicação do aforismo, e alguns acham que está nesse caso o exemplo da mãe que amamenta o filho.


- Ninguém está pagando nada à mãe, dizem esses.

- Como não?, indagam os que não concordam. Pois há custos envolvidos, para fazer a capacidade de amamentação da mãe, e alguém tem de pagar por eles.

O acrônimo TANSTAAFL, formado pelas iniciais de “There Ain't No Such Thing As A Free Lunch”, tem sido usado em lugar da própria frase, sobretudo depois que se tornou nome de um boteco freqüentado por estudantes, em Chicago.

2 comentários:

musico disse...

“se tem alguém comendo, tem alguém pagando”.
Muito bom!
Meu querido amigo, Remo!
Como você está? Enfim, encontrei você. Temos que nos ver para cantar, acompanhado daquele violãozinho, beber algo, falar sobre os filhos e amigos etc...

musico disse...

Remo,
Entre em contato comigo!
Bira da Flauta
a6r5i9b1@gmail.com
musicomaster@gmail.com