sexta-feira, 17 de agosto de 2007

UMA PALAVRA EXTRAORDINÁRIA

CORIOLANO ZIMBER entende do prefixo "extra"

O prefixo “extra” deve ser seguido de hífen, quando anteposto a uma palavra iniciada por vogal:

" extra-abdominal", " extra-escolar", " extra-intestinal", "extra-oficial", " extra-uterino".

Há, porém, uma gloriosa exceção: "extraordinário" não tem hífen.

Observação adicional

O prefixo “extra” é também seguido de hífen, quando anteposto a palavra iniciada por h, r ou s:


" extra-humano", " extra-regulamentar", " extra-sensorial".

Um comentário:

Luiz Oest disse...

Recentemente, foi anunciado, numa rede de televisão, o fim próximo do hífen e do sinal indicativo de trema. Essas mudanças fazem parte de um acordo entre os países de língua portuguesa. Como ficaria a pronúncia de palavras como linguiça, consequência? Talvez sem o hífen diminuam nossos problemas de ortografia.