quarta-feira, 9 de março de 2016

A OPORTUNIDADE PERDIDA

           

ARISTARCO DE SAMOS

 Um habitante de Alexandria, Aristarco de Samos (310 a. C. - 230 a. C.), concebeu um mundo segundo uma teoria heliocêntrica total, vinte séculos antes de Copérnico. Chegou a esse modelo porque se dedicou a calcular distâncias, como as que nos separam da Lua e do Sol, utilizando o método da paralaxe, uma de suas criações. Também acertou quando afirmou que a Terra gira em torno do seu eixo, fazendo uma volta completa em 24 horas.    
Seu modelo de Universo era, entretanto, incompatível com o que se podia aceitar na sua época e recebeu o seguinte comentário de Arquimedes:

            - É engraçado... Aristarco faz a hipótese de que as estrelas fixas e o Sol permanecem imóveis; e de que a Terra se move em torno do Sol, descrevendo a circunferência de um círculo. Só faltava essa!

            O estoico Cleanto de Assos (331 a. C. - 232 a.C), outro de seus detratores, quis abrir contra ele um procedimento de heresia, numa antecipação do episódio que se repetiria quando o Santo Ofício moveu um processo contra Galileu, no século XVII.
Infelizmente, o modelo de Aristarco foi completamente esquecido, embora suas concepções estivessem muito mais próximas da verdade do que as de Aristóteles, que iriam prevalecer durante vinte séculos.